Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
COVID-19

UFR desenvolve ações estratégicas de prevenção ao coronavírus

Publicado: 09/04/2020 17:06 | Última atualização: 09/04/2020 17:11
blue bird

A Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) tem se mobilizado em prol da sociedade ao executar ações de enfrentamento à transmissão do novo Coronavírus. Em 10 de março de 2020, a reitoria criou o Comitê de Enfrentamento ao COVID-19 de acordo com as recomendações do Ministério da Educação (MEC) e vem trabalhando inúmeras estratégias que auxiliam o município de Rondonópolis durante a crise da doença. Diversas frentes de trabalho, junto a professores, técnicos e discentes, já estão sendo realizadas e serão ampliadas a partir de um recurso adicional do Ministério da Educação (MEC) para aquisição de materiais de consumo no valor de 285 mil reais, permitindo a execução do plano estratégico de combate à transmissão do novo coronavírus em sua totalidade, sendo:

 

Realização de testes moleculares para detecção viral

A UFR conta com estrutura e recursos humanos qualificados para realizar testes de detecção do vírus. O diagnóstico laboratorial confirmatório da COVID-19 é realizado por meio de exames de biologia molecular que detectem o RNA viral do SARS-CoV-2 em secreções respiratórias. Estes testes levam em média de 10 a 12 dias para recebimento do resultado, uma vez que são encaminhados a um laboratório fora do estado de Mato Grosso. O LACEN, localizado na capital do estado, Cuiabá, é o laboratório referência para o diagnóstico molecular de COVID-19 e já se encontra sobrecarregado, uma vez que atende toda a demanda da rede pública estadual. Neste sentido, é inegável que o diagnóstico molecular compõe uma importante medida para enfrentamento da COVID-19. Necessária não somente ao manejo dos pacientes, como também de valor epidemiológico fundamental para estimar a realidade do número de infectados em Rondonópolis e da região sul de Mato Grosso (26 cidades). O laboratório da UFR foi recentemente credenciado ao Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES)-LACEN-MT, na realização dos testes diagnósticos.

 

Produção de Álcool em gel

A fim de viabilizar o acesso a uma parcela maior da população à itens de higienização como os recomendados, a UFR juntamente com o IFMT viabilizou a produção de álcool 70% em gel para distribuição na rede de atenção à saúde, ampliando agora para as forças de segurança pública. Essa ação contribui diretamente para a diminuição da circulação do novo Coronavírus, uma vez que as orientações básicas recomendadas pelo Ministério da Saúde e por órgão internacionais, que devem ser seguidas por todos os cidadãos, incluem a lavagem das mãos com água e sabão ou realização da higienização com álcool em gel 70%.

 

Oferta de postos alternativos de vacinação

Professores e acadêmicos dos cursos de Enfermagem e Medicina da UFR estão atuando em uma rede alternativa de vacinação durante a 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Com o objetivo de evitar aglomerações e proteger a população mais vulnerável ao novo coronavírus, a universidade e a Secretaria Municipal de Saúde realizaram uma parceria para oferecer 14 postos de vacinação alternativos. O objetivo desta proposta foi criar uma rede alternativa para a vacinação contra o Influenza para que a população vulnerável ao COVID-19 não procurasse as unidades de saúde, uma vez que estes espaços oferecem maior risco de transmissão da doença. Estas equipes já participaram de duas etapas, com a aplicação em idosos nas escolas municipais e sistema drive-thru, e continuarão nas demais etapas, visando a redução de contaminação dos idosos.

 

Produção e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)

O curso de Engenharia Mecânica está confeccionando protetores faciais, que serão distribuídos à rede de saúde, evitando ou reduzindo ao máximo a contaminação dos profissionais de saúde. Os protetores faciais são utilizados quando há risco de exposição do profissional a respingos de sangue, secreções corporais, excreções, etc.]

 

Central de Informações e dúvidas sobre o coronavírus

Acadêmicos dos cursos de Medicina e Enfermagem da Universidade Federal de Rondonópolis estão colaborando no combate à transmissão do novo Coronavírus (COVID-19) usando seus conhecimentos aprendidos na universidade pública e ferramentas gratuitas de informação para fornecer esclarecimentos e passar orientações à população a respeito da doença. O grupo de alunos faz parte do serviço público ofertado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do município de Rondonópolis. Por meio do número 0800 647-4222, pessoas capacitadas para lidar com condições epidemiológicas tiram dúvidas e recebem denúncias sobre situações de risco. Em entrevista à Roberta Azambuja, a coordenadora do Departamento de Atenção à Saúde da SMS, Isis Martins de Moraes, explicou que “o serviço todo está voltado às orientações de proteção individual e coletiva, isolamento social, quarentena, sinais do novo coronavírus e cuidados a serem tomados. Também indicamos quando buscar uma unidade de saúde, seu funcionamento e fluxo dos atendimentos”. Por meio desse telefone é possível buscar mais informações sobre a doença, denunciar casos de aglomeração e não cumprimento dos procedimentos de segurança como isolamento social de pacientes diagnosticados com coronavírus e falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). O serviço funciona todos os dias, das 7h às 19 horas, pelo número gratuito 0800 647-4222.

 

Oferta de grupos terapêuticos online para minimizar efeitos do isolamento

O projeto “Palavras na Rede”, organizado pelo curso de Psicologia, oferece grupos terapêuticos online aos moradores de Rondonópolis e região, mediados por psicanalistas, visando amenizar os efeitos provocados pelo isolamento devido à epidemia do Coronavírus. Os grupos terapêuticos se destinam a quem necessita se expressar e ser ouvido neste momento de reclusão devido à epidemia do Coronavírus. Eles são compostos por, em média, cinco participantes e um psicanalista mediador. As sessões têm duração de 60 a 90 minutos e inicialmente ocorrem uma única vez, mas cada participante, se houver necessidade, pode se inscrever em mais de uma sessão. Para se inscrever, basta acessar este formulário e preenchê-lo com seus dados para que os responsáveis pelo projeto possam contactá-lo(a).

 

Programa de Orientação Empresarial online

Professores da Faculdade de Ciências Aplicadas e Políticas (FACAP) da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) desenvolveram um Programa de Orientação Empresarial por meio de uma série de vídeos que serão publicados nos próximos dias. De acordo com o diretor do instituto, professor João Bosco Arbués Carneiro Junior, “o intuito é prover de informações econômicas, financeiras, legais, administrativas e contábeis às empresas e também a sociedade como um todo. Serão produzidos vários vídeos curtos utilizando linguagem não técnica para auxiliar a sociedade neste momento crítico”. Os filmes serão publicados no canal do youtube da UFR e disponibilizado nas redes sociais da universidade via facebook e instagram.

Fim do conteúdo da página