Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
Institucional

UFR adota medidas de prevenção ao novo coranavírus

Publicado: 16/03/2020 17:58 | Última atualização: 16/03/2020 18:16
blue bird

A reitora da Universidade Federal de Rondonópolis, professora Analy Castilho Polizel de Souza, assinou na última sexta-feira (13) um ofício com recomendações e ações estratégicas de prevenção ao novo coronavírus (CODIV-19). Levando em consideração as orientações do Ministério da Saúde, do Ministério da Educação, e da Organização Mundial da Saúde que, em 11 de março de 2020, declarou a situação de pandemia, a reitora da UFR instituiu as seguintes ações:

 

1) Criação do Comitê de Enfrentamento ao COVID-19, cujas atribuições são:

  • Informar à comunidade acadêmica sobre transmissão, sintomas e, especialmente, prevenção contra o vírus.
  • Esclarecer e difundir a toda a comunidade hábitos e procedimentos que precisam ser implementados como medidas de controle para restringir as formas de contaminação conhecidas do novo coronavirus.
  • Atuar em parceria com a vigilância epidemiológica e secretaria de saúde, e outras frentes municipais, no sentido de prestar esclarecimentos sobre a COVID-19.
  • Auxiliar em ações de educação continuada veiculadas nas mídias sociais, em especial no que tange à prevenção e transmissão viral.
  • Definir novos rumos e novas estratégias de intervenção caso seja necessário, a depender de como a COVID-19 afetar o município de Rondonópolis.

2) Estipular protocolo para as equipes de limpeza para a correta desinfecção nos ambientes da Universidade, com foco em superfícies que representem alto risco de contatos, como bancadas, maçanetas, janelas, etc. Bem como, disponibilizar equipamentos de proteção individual para a realização de tais atividades.

3) Disponibilizar sanitizantes e degermantes em locais da UFR com intenso fluxo de pessoas, como restaurante universitário, bibliotecas e anfiteatros.

4) Recomendar a não realização de eventos que concentrem grande público em ambiente fechado na Universidade Federal de Rondonópolis.

5) Disponibilizar Equipamentos de Proteção Individual para os acadêmicos dos cursos da área de saúde que encontrem-se em estágio curricular obrigatório em hospitais, unidades de pronto atendimento e unidades básicas de saúde.

6) Recomendar que tais estudantes exerçam suas atividades nos locais de estágio e preferencialmente não retornem para a Universidade, a fim de evitar a transmissão no campus.

7) Recomendar e instruir que discentes, docentes e servidores com sintomas respiratórios e casos suspeitos, após avaliação médica, não compareçam a Universidade e permaneçam em suas residências a fim de minimizar os riscos de transmissão.

8) Instituir a reavaliação periódica do comitê de enfrentamento acerca de ações dentro da Universidade, a depender da taxa de transmissão no país e no estado de Mato Grosso.

9) Suspensão de todos os deslocamentos de estudantes e servidores em viagens à serviço e estudo;

10) Suspensão da solenidade de colação de grau 2019-2.

11) Pessoas da comunidade acadêmica que tenham chegado de viagem de áreas de risco devem comunicar seu retorno e, no caso de assintomáticas, devem ficar em “quarentena” domiciliar por sete dias. Caso apresentem algum sintoma, esse período deve ser de 14 dias; e caso tenha ocorrido contato com caso confirmado, mesmo que a pessoa esteja assintomática, ela deve permanecer em casa por 14 dias.

Fim do conteúdo da página