Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
PROECE

PROECE apoia lançamento do livro: “Memórias escolares de travestis: narrativas de um não-lugar”

Publicado: 25/02/2021 17:23 | Última atualização: 25/02/2021 17:43
blue bird

As vivências e memórias escolares de travestis são tema do livro de Bruno do Prado Alexandre, que será lançado nesta quinta-feira (25), às 19h, com transmissão online em sua página do Facebook. O lançamento conta com apoio da Coordenação de Arte, Cultura, Esporte e Lazer da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) e terá participação virtual da professora Raquel Gonçalves Salgado, do curso de Psicologia da UFR, que orientou Bruno na pesquisa de mestrado que resultou no livro.

O lançamento ocorre no contexto das gravações do documentário “Ana Rúbia”, protagonizado por Bruno. O projeto foi contemplado no Edital MT Nascentes, segmento Culturas LGBTQIA+, pela Lei Aldir Blanc, com proponência e produção executiva de Dê Silva.

 

Bruno é protagonista de documentário contemplado pelo Edital MT Nascentes/Lei Aldir Blanc

 

Sobre o livro

Na obra, Bruno do Prado Alexandre convida o leitor a enveredar pelas memórias escolares de travestis, desnudando uma realidade em que os “meninos diferentes” causam estranheza e, por isso, não encontram, no interior da escola, espaços e tempos que acolham seus corpos “fora de lugar”. Para essas crianças, o único reconhecimento é o rótulo de “viadinho”.

Destas páginas emerge a voz de uma infância relegada a um não lugar, apartada do direito à sala de aula, ao banheiro, exiladas do convívio nos intervalos e no recreio, da prática de esportes. Memórias carregadas de conflitos e dores, mas também de muita resistência e luta, em que aprenderam a escapar de abusos e agressões, a criar formas de driblar o preconceito.

Emerge, também, a voz – o grito! – de alguém que não se cala diante dessa realidade, que se eleva em defesa da visibilidade social, do direito à vida e à dignidade. É com sensibilidade e ética que Bruno põe em discussão o papel da escola no enfrentamento dessas questões que não cessam de nela existir.

Memórias escolares de travestis: narrativas de um “não lugar” é, portanto, um convite ao diálogo e à reflexão sobre corpos, gêneros e sexualidades no contexto escolar.

 

Livro de Bruno do Prado Alexandre “Memórias escolares de travestis: narrativas de um “não lugar” (Editora Appris)

 

Fim do conteúdo da página