Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
    EnglishPortugueseSpanish
Início do conteúdo da página
Inovação

Grupo de pesquisa da UFR registra novas patentes de produtos desenvolvidos na instituição

Publicado: 26/11/2021 17:47 | Última atualização: 26/11/2021 17:47
blue bird

A Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) realizou dois registros de patentes e três registros de programa de computador no sistema do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). As tecnologias foram estudadas e produzidas pela equipe do Smart Agriculture, grupo de pesquisa da UFR atuante na busca de novas tecnologias e recursos que possam ser implementados no campo.

A primeira patente trata-se de um sistema que emprega visão computacional para detecção de plásticos no beneficiamento de algodão. O funcionamento do sistema é possível graças ao programa de um programa de computador desenvolvido denominado VC Cotton, que também obteve o registro junto ao INPI.

A segunda patente constitui um sistema para detecção de plantas daninhas na fase do pré-plantio que utiliza o emprego de câmeras e pulverização em tempo real com índices de 100% de detecção e 92%de pulverização no alvo detectado. O desempenho deste sistema contribui para o uso eficaz e a redução de aplicação de herbicidas nas lavouras. O equipamento funciona por meio de tecnologias de visão computacional, cujo programa específico, o VC Geen, também obteve registro junto ao INPI.

O último programa de computador desenvolvido pela equipe do Smart Agriculture foi o AI-BEANS, utilizado para classificação de grãos de soja conforme Instrução Normativa 11/2007 regida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Fazem parte da equipe responsável pelos novos registros de patente e programas de computadores, os professores Renildo Luiz Mion e Arthur Akira Mamiya, os engenheiros agrícola e ambientais João Gabriel Rodrigues e Alexandre de Freitas Carrascosa, e os estudantes da graduação em Engenharia Agrícola e Ambiental da UFR, Adriano de Oliveira Silveira e Pedro Guilherme Bastos Barbosa Silva.

O grupo de pesquisa Smart Agriculture está vinculado conta com a participação de pesquisadores de diversas áreas como Engenharia Agrícola e Ambiental, Física e Ciência da Computação. As principais pesquisas desenvolvidas pela equipe envolvem Robótica e Automação, Arduíno, Redes Neurais, Visão Computacional, IoT, Mecanização Agrícola e diversas outras ferramentas tecnológicas objetivando melhorar as atividades no campo, tanto no quesito produtivo quanto na qualidade de vida do trabalhador no campo. Para mais informações sobre o Smart Agriculture, acesse o canal do youtube do grupo de pesquisa ou o seu perfil no Instagram.

Recentemente, a Secretaria de Inovação e Empreendedorismo (SIE) da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), declarou que “nossa vitrine tecnológica está em ascensão, apresentando diversas soluções sob a forma de softwares, dispositivos e processos protegidos, que atendem diretamente aos diversos setores da sociedade, tais como meio ambiente, direito e agricultura”, comentou o Secretário de Inovação e Empreendedorismo, professor Normandes Matos da Silva a respeito dos pedidos recém aprovados de registro de patentes realizados pelos pesquisadores da instituição.

Fim do conteúdo da página