Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Encontro entre entidades e reitoria debate situação das universidades

Publicado: 20/02/2020 17:53 | Última atualização: 20/02/2020 18:19
blue bird

Nesta terça-feira (18) foi realizada uma reunião entre reitoria da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) e representantes da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso (ADUFMAT) e  do Sindicato dos Trabalhadores Técnicos Administrativos em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (SINTUF-MT). Na ocasião, a Reitora pro tempore da UFR, professora Analy Castilho Polizel de Souza, apresentou o posicionamento da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) com relação à Portaria n.1469 de 22 agosto de 2019, expedida pelo MEC, que trata da divulgação de limites de provimento de cargos autorizados nos bancos de contratação. A portaria estabelece que o total resultante da soma dos limites de cargos autorizados nos bancos não poderá ser superior aos limites físicos e financeiros estabelecidos na Lei Orçamentária Anual de 2020.

Segundo a vice-presidenta da ADUFMAT, professora Ivanete Rodrigues dos Santos, a diretoria da associação docente considerou positivo e de grande importância estabelecer essa primeira conversa formal entre a administração da universidade recém-criada e as entidades representativas. A professora apontou o diálogo como o procedimento fundamental para tratar das questões que dizem respeito a universidade como um todo, fortalecendo e dando respaldo às decisões tomadas em conjunto. “O caminho é esse: o diálogo, a conversa com as entidades, com as categorias, docentes, discentes, técnicos,  para discutir os rumos que a gente vai dar para a universidade”, afirmou Ivanete Santos. A professora ainda comentou a portaria n.1469/2019 e suas consequências para a carreira dos servidores públicos federais das universidades. “Uma portaria não pode se sobrepor a uma lei federal”, é necessário posicionar-se para garantir a autonomia da universidade, concluiu a professora.

Após a reunião, a seção sindical do SINTUF – MT emitiu uma nota a respeito da Portaria MEC n.1469 afirmando que vê com preocupação a atual situação das Universidades
Federais e dos direitos da categoria diante da legislação vigente. De acordo com o texto, outras entidades como a Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (FASUBRA), Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES) e Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE) estão se reunindo para tomar as medidas jurídicas necessárias. O SINTUF também reafirma a importância de que as informações sejam repassadas à comunidade de forma clara e objetiva. O SINTUF – MT levará as informações aos técnicos da UFR na próxima assembleia da categoria que acontecerá nessa sexta-feira (21), às 8h no Auditório Central

Fim do conteúdo da página