Profissionais da educação serão grupo prioritário na vacinação contra o Covid-19

Profissionais da educação, incluindo docentes e técnicos, serão considerados grupo prioritário na campanha de vacinação contra o Covid-19. A informação é baseada no ofício nº49/2021, encaminhado aos Representantes do Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular, pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), por meio de sua Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações (CGPNI), do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis (DEIDT),

Nesta quinta-feira (14), a reitora em exercício, professora Antônia Marília Medeiros Nardes, compartilhou por meio do Sistema Eletrônico de Informações (SEI!), o Ofício-Circular nº01/2021/CUR. No documento, a reitora enfatizou que, para além das medidas preventivas contra o Covid-19 já adotadas pela Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), tais como o uso de máscara, higienização das mãos e o distanciamentos social, a vacina tem se apresentado agora como uma das principais medidas de proteção contra a doença.

Nesse sentido, a direção da Universidade Federal de Rondonópolis comunica aos seus servidores que o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19 deve contemplar não apenas os professores, mas todos os profissionais da educação.

Prorrogada Consulta pública sobre minuta do Regulamento do Programa de Gestão de Empresas Júniores

ATUALIZAÇÃO EM 06/01/2020

O Comitê de Inovação, Empreendedorismo e Desenvolvimento Tecnológico da Universidade Federal de Rondonópolis – CIEDT (portaria nº 05 PROPPIT, de 04 DE setembro de 2020), prorrogou para dia 5 de fevereiro de 2020 o prazo da consulta pública a respeito da minuta do Regulamento do Programa de Gestão de Empresas Júniores vinculadas à Universidade Federal de Rondonópolis-UFR.

 


PUBLICAÇÃO ORIGINAL

O Comitê de Inovação, Empreendedorismo e Desenvolvimento Tecnológico da Universidade Federal de Rondonópolis – CIEDT (portaria nº 05 PROPPIT, de 04 DE setembro de 2020), encaminha para consulta pública a minuta do Regulamento do Programa de Gestão de Empresas Júniores vinculadas à Universidade Federal de Rondonópolis-UFR.

O documento foi produzido pelo CIEDT da UFR, e representa uma proposta coletiva que orientará ações institucionais inerentes ao apoio à criação e gestão de Empresas Juniores vinculadas à universidade.

As contribuições ao documento de referência devem ser encaminhadas por meio de formulário eletrônico disponível neste endereço ou pelo e-mail: coordinova.proppit.ufr@gmail.com. Ao propor retificação, é necessário informar o número da página, número da linha, incluindo o artigo objeto de discussão. As retificações propostas devem ser acompanhadas das devidas justificativas.

Todas as contribuições devem ser enviadas até às 18 horas dia 18 de janeiro de 2021. (prorrogado prazo final para até dia 5 de fevereiro)

As incorporações sugeridas serão submetidas à apreciação do CIEDT, para deliberação do tema (inclusão ou não inclusão). Não serão aprovadas e incorporadas ao documento base: as propostas de incorporação que não forem apresentadas nas formas descritas neste documento.

Segue abaixo para download a minuta do Regulamento do Programa de Gestão de Empresas Júniores da Universidade Federal de Rondonópolis:

 


Minuta Regulamento do Programa de Gestão de Empresas Júniores

Prorrogada Consulta pública sobre minuta da Política Institucional de Inovação da UFR

ATUALIZAÇÃO EM 06/01/2020

O Comitê de Inovação, Empreendedorismo e Desenvolvimento Tecnológico da Universidade Federal de Rondonópolis – CIEDT (portaria nº 05 PROPPIT, de 04 DE setembro de 2020), prorrogou para dia 5 de fevereiro de 2020 o prazo da consulta pública a respeito da minuta da Política Institucional de Inovação da Universidade Federal de Rondonópolis.

 


PUBLICAÇÃO ORIGINAL

O Comitê de Inovação, Empreendedorismo e Desenvolvimento Tecnológico da Universidade Federal de Rondonópolis – CIEDT (portaria nº 05 PROPPIT, de 04 DE setembro de 2020), encaminha para consulta pública a minuta da Política Institucional de Inovação da Universidade Federal de Rondonópolis.

O documento foi produzido pelo CIEDT/UFR e representa uma proposta coletiva que orientará ações institucionais de inovação, empreendedorismo e de pesquisa com caráter tecnológico.

As contribuições ao documento de referência devem ser encaminhadas por meio de formulário eletrônico disponível neste endereço ou pelo e-mail: coordinova.proppit.ufr@gmail.com. Ao propor retificação, é necessário informar o número da página, número da linha, incluindo o artigo objeto de discussão. As retificações propostas devem ser acompanhadas das devidas justificativas.

Todas as contribuições devem ser enviadas até às 18 horas dia 11 de janeiro de 2021. (prorrogado prazo final para até dia 5 de fevereiro)

As incorporações sugeridas serão submetidas à apreciação do CIEDT, para deliberação do tema (inclusão ou não inclusão). Não serão aprovadas e incorporadas ao documento base: as propostas de incorporação que não forem apresentadas nas formas descritas neste documento.

Segue abaixo para download a minuta da Política Institucional de Inovação da Universidade Federal de Rondonópolis:

 


Minuta_Politica_Inovacao_UFR_2020

 

 

UFR assina serviço de Biblioteca Virtual

A Universidade Federal de Rondonópolis contratou os serviços do provedor de conteúdo digital Minha Biblioteca. O produto constitui uma plataforma digital de livros que possui vasto acervo de títulos técnicos e científicos que atendem os requisitos do MEC para a composição da bibliografia de mais de 400 cursos de graduação presenciais e a distância em todo Brasil.

O Acervo virtual da Minha Biblioteca conta com mais de 8 mil títulos em português de 12 grandes editoras acadêmicas nacionais e 15 selos editoriais nas áreas de Medicina, Saúde, Exatas, Sociais Aplicadas e Pedagógica. O serviço tem objetivo de facilitar o acesso de estudantes e professores a materiais de estudo em formato e-book, a qualquer hora e lugar, por meio de dispositivos conectados à internet.

A Minha Biblioteca possui funcionalidades como leitura em voz alta, anotações, realce de cor, marcação de página e pesquisa por palavras-chave que promovem a acessibilidade, estimulam a aprendizagem e favorecem a retenção de alunos.

Para acessar o serviço é necessário clicar na opção Serviços Digitais na barra de menus suspensa no cabeçalho do website da UFR. Depois selecione a opção Minha Biblioteca para ser direcionado aos sistemas da UFR. A equipe de suporte da Pró-reitoria de Tecnologia de Informação e Comunicação (PROTIC) produziu um guia rápido de acesso à plataforma Minha Biblioteca que poderá auxiliar o usuário em seu primeiro contato.

 

Entre as obras que constam no catálogo da Minha Biblioteca estão alguns dos títulos mais emprestados atualmente na Biblioteca Universitária da UFR. São eles:

  • Mecânica vetorial para engenheiros (Beer et al.)
  • Um curso de cálculo (Guidorizzi)
  • Histologia básica (Junqueira; Carneiro)
  • Introdução à teoria geral da administração (Chiavenato)
  • Contabilidade de custos (Eliseu Martins)
  • Macroeconomia (Froyen)
  • Microbiologia (Tortora)
  • Dinâmica das Doenças Infecciosas e Parasitárias (Coura)
  • Física para Cientistas e Engenheiros (Tipler, Mosca)
  • Curso de Administração Financeira (Assaf Neto)
  • Sistemas de Informação: Planejamento e Alinhamento Estratégico nas Organizações (Audy; Brodbeck)
  • Fisiologia vegetal (Kerbauy)
  • Ciência e Engenharia de Materiais: uma Introdução. (CALLISTER Jr., RETHWISCH)
  • Psicopatologia e Semiologia dos Transtornos Mentais (Dalgalarrondo)
  • Ensaios dos materiais (Garcia; Spim; Santos)
  • Bioquímica básica (MARZZOCO; TORRES)
  • Termodinâmica (Çengel; Boles)
  • Cinemática e dinâmica dos mecanismos (Norton)
  • Introdução à Mecânica dos Fluidos (FOX; MCDONALD; PRITCHARD; MICHTELL)

UFR divulga mensagem de agradecimento e esperança para 2021

Prezada comunidade UFR,

 

Este foi um ano de muitas lutas, desafios e provações colocados diante de todos nós e de nossa querida Universidade Federal de Rondonópolis. Tivemos ao longo desse árduo período um objetivo que se revelou duplo: resistir às limitações impostas por uma pandemia de nível global e perseverar no esforço de progredir com fé e força na consolidação da universidade pela qual tanto batalhamos.

Realizamos todas as possibilidades que estavam ao alcance desta instituição e, agora, podemos olhar para trás com a certeza de que, mesmo na dificuldade, a família UFR prosperou e destacou-se em seu compromisso de educar e produzir conhecimento de qualidade, mas, sobretudo, honrou com sua responsabilidade social ao investir em diversas frentes de combate, prevenção e solidariedade.

Gostaria de agradecer imensamente a cada estudante, professor, técnico e colaborador que faz parte desta grande família pela sua paciência, pela perseverança, pela empatia, e por manter acesa a chama da esperança em seus corações. É com esse sentimento de gratidão e de fé no futuro que chegamos ao final de 2020, depositando nossas expectativas de que o ano porvir seja um tempo de maior alegria e prosperidade. Desejo os mais sinceros votos de um feliz e abençoado Natal à toda nossa comunidade e forças renovadas para iniciar 2021 repletos de determinação para, assim, colher os frutos do conhecimento que as universidades federais públicas continuam a semear em benefício de toda a sociedade.

 

Com carinho da Reitora da UFR,

Analy Castilho Polizel de Souza

 

 

É possível fazer o download desta mensagem em versão PDF


Cartão de Natal e Boas Festas UFR

Edital de Oportunidades UFR/PROGEP nº 01/2020

A UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDONÓPOLIS tornou público, no dia 15/12/2020, o Edital de Oportunidades UFR/PROGEP nº 01/2020, que tem a finalidade de ofertar vagas para compor o quadro de servidores técnicos administrativos da UFR por meio da movimentação de pessoal. Informações detalhadas são obtidas acessando o edital por meio do link:Edital

A movimentação para compor força de trabalho é um regramento específico, previsto no parágrafo 7º do art. 93, da Lei nº 8112/1990 e Portaria nº 282/2020, processo por meio do qual pode ocorrer o deslocamento de servidor ou empregado público em órgão ou entidade distinta daquela à qual está vinculado, com o propósito de permitir mobilidade, desenvolvimento profissional e eficiência no planejamento da força de trabalho. Para fins de participação neste Processo Seletivo é obrigatório o conhecimento do teor da Portaria ME nº 282, de 24 de julho de 2020, disponível em Portaria nº 282 de 24  de Julho de 2020.

O processo seletivo será realizado de acordo com as seguintes etapas:

Atividades

Datas

Publicação do edital

09/12/2020

Período de inscrições

04/01/2021 até 22/01/2021

Homologação das inscrições

29/01/2021

Avaliação dos currículos e cartas de interesse

01 a 05/02/2021

Convocação para entrevistas com Os/as candidatos/as

08/02/2021

Entrevista individual por meio remoto com Os/as candidatos/as

10/02 a 12/02/2021

Publicação do resultado final

01/03/2021

Os cargos ofertados poderão ser preenchidos por cargos afins e são os seguintes:

Vagas/Cargos

Quantidade de Vagas

Técnicos Administrativos Nível de Classificação “D”

Assistente em Administração

30

Técnico em tecnologia da Informação

6

Técnico em Contabilidade

3

Técnico em Enfermagem do Trabalho

1

Técnico em segurança do Trabalho

1

Técnicos Administrativos Nível de Classificação “E”

Administrador

5

Analista de Tecnologia da Informação

7

Arquiteto e Urbanista

1

Assistente Social

1

Auditor

1

Contador

2

Enfermeiro do Trabalho

1

Engenheiro

3

Engenheiro de Segurança do trabalho

1

Jornalista

1

Nutricionista

1

Pedagogo

2

Psicólogo

2

Secretária executiva

4

Técnico em Assuntos Educacionais

2

Senado aprova a liberação de cargos e funções para novas IFES

O Senado Federal aprovou por unanimidade o Projeto de Lei Complementar n° 266, de 2020, que altera a legislação vigente e desobstrui a reposição do quadro permanente de servidores e a nomeação de cargos de direção e funções das Instituições federais de Ensino Superior. O documento abre exceções à Lei Complementar nº 173, de 2020, que proibiu contratações no serviço público durante o estado de calamidade decretado em função da pandemia e impossibilitou a distribuição de cargos e funções para as universidades recém-criadas, fato que constituía um obstáculo para a implantação da estrutura administrativa e acadêmica da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR).

A medida beneficia a consolidação da  UFR e das outras universidades recém-criadas em 2018 e 2019: Universidade Federal de Catalão (UFCAT), Universidade Federal de Jataí (UFJ), Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar), Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (UFAPE) e Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT).

Em novembro, a reitora da Universidade Federal de Rondonópolis, professora Analy Castilho Polizel de Souza, esteve reunida em comitiva no Ministério da Educação juntamente do senador Wellington Fagundes para levar ao ministro Milton Ribeiro demandas que promovessem celeridade no processo de desenvolvimento da UFR.

Com a aprovação do PLP 266/2020, a reitora explica que o documento autoriza a nomeação dos cargos e funções gratificadas já existentes para as unidades administrativas e acadêmicas das novas universidades. Já a contratação de pessoal, também prevista no documento, diz respeito à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

O texto agora segue para a Câmara dos Deputados.

Consuni aprova Plano de contingência para retorno das atividades administrativas

Desde o mês de março do ano de 2020, a UFR adotou o desenvolvimento do trabalho administrativo e acadêmico de forma remota, a partir das recomendações da OMS, Ministério da Educação, e da Secretaria Municipal de Saúde. Considerando a dinamicidade do cenário da pandemia, assim como a evidente necessidade de distanciamento social prolongado e por tempo indeterminado, a UFR por meio do Comitê de Enfrentamento à COVID-19 estruturou-se enquanto grupo de trabalho para estudar e construir Protocolos de Biossegurança que buscam orientar o retorno das atividades institucionais garantindo, para isso, a segurança sanitária de seus estudantes, servidores e agentes públicos.

Durante este período, o Comitê de Enfrentamento da COVID-19 desta instituição vem se reunindo por meio de encontros virtuais e, com base nas evidências científicas disponíveis, torna-se necessário iniciar o planejamento da retomada de atividades administrativas de modo presencial. O resultado dos estudos e a síntese das discussões que aconteceram por meio do comitê levaram a produção deste documento orientativo que teve como princípios fundamentais o cuidado com a preservação da vida e da saúde, a garantia da segurança e bem-estar da comunidade universitária e a promoção de um melhor gerenciamento dos riscos frente aos dados epidemiológicos e progresso da COVID-19.

O documento é composto por diversas seções que contextualizam e caracterizam a doença, descrevem os fatores epidemiológicos, principais sintomas e métodos de diagnóstico, apresentando os critérios de retorno e as variáveis que influenciarão na forma como este movimento será realizado, sempre considerando as medidas de biossegurança e orientações disponibilizadas pela OMS.

 


Plano_de_contingencia_para_retorno_das_atividades_administrativas

UFR é reconhecida como Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação

A Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) foi notoriamente reconhecida pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso (SECITECI-MT), como Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação.

Com a declaração a UFR passa a ser qualificada como ambiente promotor de inovação, propício à inovação e ao empreendedorismo, caraterísticos da economia baseada no conhecimento que envolve a dimensão dos ecossistemas de inovação e mecanismos de geração de empreendimentos. Esta conquista permite que a UFR apoie ativamente o Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso e participe em editais da Fapemat de fomento à Ciência e Tecnologia.

A SECITECI-MT considera como instituição científica, tecnológica e de inovação (ICT) o órgão ou entidade da administração pública direta ou indireta sem fins lucrativos que inclua em sua missão institucional ou em seu objetivo social a pesquisa básica ou aplicada de caráter científico ou tecnológico ou o desenvolvimento de novos produtos, serviços ou processos executados no Estado de Mato Grosso.

A Coordenadoria de Inovação Tecnológica (CIT) da Pro-Reitoria de Ensino da Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação (PROPPIT) é a unidade acadêmica responsável por fazer a gestão das ações de empreendedorismo, tecnologia e inovação na UFR.

 

Parceria UFR e Energisa inicia a substituição das lâmpadas do campus

A Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), em parceria com a Energisa Soluções, iniciou nesta terça-feira (8) a substituição das lâmpadas convencionais dos ambientes externos por luminárias de LED.

A substituição dos equipamentos de iluminação pública é uma das ações do Programa de Eficiência Energética (PEE) – ANEEL para a UFR que foram aprovadas por meio de Chamada Pública em 2019. O projeto prevê a substituição de 603 pontos de iluminação por luminárias de LED e a instalação de um Sistema Fotovoltaico (SFV) de 61,2 kWp. Tais ações têm como meta a redução de 21,19%  do consumo anual do câmpus, sendo 17,11% em razão das novas lâmpadas e 4,08% pelo Sistema Fotovoltaico.

De acordo com Leonardo Alves da Costa, engenheiro civil da UFR,  a redução do consumo com a iluminação pública refletirá numa economia de aproximadamente R$ 26.420,14 nas faturas de energia mensais. Ao passo que a geração de energia pelo SFV proposto economizará cerca de R$ 6.317,14 mensais dos recursos institucionais. O engenheiro ainda ressaltou que m nenhuma das ações houve ou haverá investimento de recursos da UFR, sendo tudo custeado por meio do Programa de Eficiência Energética (PEE).

A Reitora da UFR, professora Analy Castilho Polizel de Souza, declarou que a ação promovida pela parceria entre UFR e Energisa visa uma maior economicidade e eficiência energética para o campus, mas também um aprimoramento na luminosidade dos espaços comuns da universidade, o que implica em mais segurança para estudantes e servidores que transitam pelo campus durante a noite. Além disso, a medida também reflete um compromisso da instituição em promover uma maior sustentabilidade ambiental.