A proposta de formação em Licenciatura Intercultural para professores indígenas (LII) está amparada na Constituição Federal de 1988, que estabelece uma nova relação entre o Estado e os povos originários, reconhecendo-lhes o direito de sua organização, de um ensino bilíngue, de manifestação cultural do seu modo de viver, de acordo com seus próprios projetos societários. Conforme previsto nos artigos 210 e 2015 da CF/88, o acesso a uma educação específica, diferenciada e intercultural deve ser garantido pelo Estado, através de projetos e ações que efetivamente assegurem o cumprimento dos diferentes dispositivos jurídicos educacionais.

A proposta deste Projeto Pedagógico em LII é a oferta de um curso exclusivo para indígenas, presencial, visando a habilitação de docentes numa perspectiva intercultural e interdisciplinar, direcionada aos anos finais do Ensino Fundamental e ao Ensino Médio de escolas indígenas e/ou aquelas que se localizam em Terras Indígenas, especialmente no que diz respeito à área de habilitação de Ciências Humanas e Sociais. Considerando o papel da escola nesses territórios, e por conseguinte o papel delegado aos(às) professores(as), a proposta formativa aqui apresentada ultrapassa a esfera da sala de aula, possibilitando o desenvolvimento de atividades de gestão, elaboração de projetos e pesquisas diretamente ligados às suas comunidades de origem, através da premissa básica de que todo(a) professor(a) é também pesquisador(a), detentor(a) de um saber-fazer único. Nesse sentido, teoria e prática são compreendidas como instâncias correlacionadas, indissociáveis do ensino, da pesquisa e da extensão.

TerminalidadesHabilitação
Ciências Humanas e Sociais : Filosofia, Geografia, História e SociologiaAnos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio
DuraçãoFinanciamentoBolsasVagasEntradaTurno
4 anosCAPES / UFRCAPES30ÚnicaPedagogia da Alternância

Coordenador: Prof. Dr. Ariel Costa Santos (PORTARIA DIREÇÃO – ICHS/UFR Nº 77,  DE 01 DE ABRIL DE 2024)

Resolução de Criação do Curso na UFR: RESOLUÇÃO CONSEPE – UFR/UFR Nº 54,  DE 17 DE MAIO DE 2024